Vai pedalar em montanhas? Siga essas dicas.



Você se cansa rapidamente ao escalar uma montanha, uma subida ingrime? Aqui estão 9 dicas para você conquistar esse pedal.

1- Controle sua respiração.

Concentre-se em manter sua inspiração e expiração em ritmo cadenciado quando estiver pedalando para subir uma serra. Após chegar no topo e for descer, continue com o mesmo ritmo de respiração, para recuperar as energias e subir o próximo obstáculo.

2- Tudo está na mente.

Uma boa técnica de subida é o jogo mental. Se você olhar para cima e ver uma longa subida pela frente, vai se apavorar. A técnica diz que é melhor dividir a espaço de subida em seções e gerenciar essas seções mentalmente. Foque em alguma árvore, rocha ou outro ponto qualquer da subida e procure atingir uma a um. Cada ponto atingido festeje e encare o próximo ponto, a subida assim não será tão dolorosa, pois você quebrou em pedaços todo o trajeto. Quebrar, mentalmente, o percurso torna a subida manejável mentalmente, ao invés de se tornar um enorme monstro.

3- Fique sempre sentado no selim.

Sair do assento às vezes é necessário, mas por curtos período. Tenha cuidado! Use esse recurso com muita moderação, porque isso vai te cansar mais rapidamente. Ficar sentado é bem mais eficiente, já que você não vai precisar suporta seu peso corporal. Se a subida é realmente ingrime e você sente a roda dianteira querendo levantar, mude sua posição sentada mais para frente, para o guidão, inclinando seu corpo um pouco mais para frente.


4- Mantenha uma boa cadência.

Uma cadência mais alta em uma marcha mais baixa é mais eficiente a longo da subida do que uma marcha mais alta e uma cadência muito bixa. Tentar subir com uma engrenagem mais alta vai parecer mais rápido, mas irá drenar suas energias mais rapidamente. Quando você mantém uma cadência maior e permanece numa atividade aeróbica, seus músculos podem limpar o ácido lático para evitar um acúmulo. Mas se você permanecer numa marcha muito alta e uma cadência mais lenta você entra numa atividade anaeróbica e seus músculos não conseguem limpar o ácido láctico. Consequentemente, você vai se esgotar mais cedo.

5- Mantenha o impulso.

Manter um impulso constante nos obstáculos durante uma subida. Se você alternar um impulso repetidamente, a recuperação da velocidade na subida consumirá muita energia. Isso também significa aumentar a velocidade antes de atingir as seções íngremes, para que você possa ter mais força nelas.

6- Ajuste o garfo e os choques.

Se sua bike tiver garfos ajustável e choque e a trilha tiver muitas subidas baixe a compressão do garfo e ajuste o amortecedor para o modo de subida. Contanto que não aja muitas sessões técnicas na trilha, onde o ajuste normal dá certo. Mas para subida. O ajuste do garfo e amortecedor torna o passeio mais duro, mas a subida mais eficiente. Um passeio suave e macio é ótimo para manter o controle na trilhas acidentadas e nas descidas, mas geralmente não é tão eficiente para subir.


Beba água 20 minutos antes da pedalada, é o tempo que o organismo leva para dissolver a água no organismo. A pré hidratação e a contínua hidratação durante o passeio faz com que sua resistência aumente nas subidas. Não espere ter sede para bebê água, beba com frequência.

8- Pedale com frequência.

Sei que não é possível pedalar todos os dias, mas procure uma frequência de pelo menos percorrer uma distância de 3 por 3 quilômetros, três vezes por dia. Para manter seu condicionamento físico aeróbico. Durante esse exercício faça corrida de um minuto para aumentar a frequência cardíaca.

9- Pneus corretamente cheios.

Manter os pneus bem calibrados facilitará e muito seus passeio e subidas. Mantenha os calibrados a seu peso. Para isso faça uma pesquisa e acerte na calibração.


16 visualizações

© 2019 Direitos Reservados ®  Aventuras Cauré  - O plágio é considerado crime e sua principal referência é a lei 9.610 - by Creative interrnational

Wzap 2.png